Ômega 3 e o seu uso na gravidez

De fato, o ácido graxo presente no ômega 3 auxilia no desenvolvimentos dos fetos e contribuem para as mulheres terem bebês mais fortes e reduzindo a incidência de partos prematuros, estudos indicaram que o seu consumo nas ultimas semanas de gestação e nos primeiros meses de vida apresentam um aumento significativo do QI dos bebês.

No entanto, a recomendação para o consumo desse ômega 3 durante a gestação é por meio de alimentos e após o nascimento do bebê é feito através do leite materno. Mas se for necessário o uso de suplementos com ácido graxo durante a gravidez deve ser feito através de auxílio médico para não prejudicar a própria saúde ou a do bebê.

Alimentos ricos em óleo de peixe

De fato, existem diversos alimentos que contêm ômega 3 que podem e devem ser ingeridos por todos os seres humanos para seu benefício próprio. Devem-se conhecer todas as opções e observar qual será mais valiosa para sua mudança alimentar, onde consiga encaixar todos os que você achar necessário, esses alimentos são: a sardinha, arenque, atum, salmão, camarão, nozes, pistache, sementes de chia, linhaça e cânhamo, vegetais verdes, feijão, grão de bico, soja, ervilha, óleos vegetais, ovos, entre outros. Todos esses devem ser considerados para serem incluídos em sua rotina para uma melhor absorção do ômega 3.

Porém, não são apenas os alimentos que são capazes de cumprir essa função, a mudança de hábito caminha junto com essa função para que haja uma real absorção desse nutriente e também porque não irá adiantar mudar a alimentação, mas praticar ações que irão causar malefícios para você.

O primordial que se deve pensar é em praticar atividades físicas, ela auxiliará para a captação dos ácidos graxos e irá prevenir diversas doenças, é importante tomar sol de manhã, pois ele é um importante agente para fortalecer o ômega 3, reduzir o consumo de sal e combinar mais variedades de alimentos saudáveis farão com que você estimule muito mais o ômega 3 em seu organismo.

Os suplementos que contêm ácidos graxos do ômega 3 deve ser consumido quando quer potencializar com as outras combinações a intensificação dele ou quando se tem uma doença que prejudique os ossos e favoreça para a ausência dele propriamente. Sempre deve ser feito através de um auxílio médico para não causar danos a sua saúde por uma automedicação errada.

3 thoughts on “Ômega 3 e o seu uso na gravidez

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *