11 Benefícios que parar de beber nos traz

Se não queremos desistir da bebida, pelo menos reduzi-la ao máximo nos trará benefícios.Veja abaixo dicas de como parar de beber.

Embora todos saibamos que um copo de vinho por dia é inofensivo (e até benéfico), nem todos o aplicam. Entretanto há muitas pessoas que usam esse pretexto para beber em excesso.

De fato, com um único copo, podemos nos beneficiar de todas as vantagens que o vinho nos oferece, pois tem um efeito protetor à saúde. No entanto, poucos consumidores diários ficam em um único copo.

Em contrapartida, esse efeito protetor à saúde se aplica apenas a bebidas fermentadas (mais vinho do que cerveja), mas não podemos dizer o mesmo sobre bebidas destiladas, que em nenhum caso produzem qualquer benefício, apenas introduzimos toxinas em nosso corpo.

Benefícios que parar de beber traz à nossa saúde geral

A fim de evitar danos futuros ao nosso corpo, a melhor solução é sempre a prevenção. Se, mesmo assim, você é consumidor regular de álcool e está pensando em parar de beber, encontrará as seguintes melhorias em sua saúde.

1. Evite danos ao cérebro

Este é talvez um dos mais importantes. O consumo regular de álcool tem sido associado a danos cerebrais. Em longo prazo, alcoólatras sofrem uma redução maior na substância cinzenta do cérebro em comparação com o restante. Por outro lado, pode produzir a síndrome de Wenicke, causando sérios danos à memória.

Com o tempo, pode evoluir para a síndrome de Korsakoff. É caracterizada por danos ainda maiores à memória e à capacidade de aprender coisas novas.

Ademais, essas pessoas terão lacunas em suas vidas que serão preenchidas com conluios (inventando histórias) e poderão sofrer alucinações. Infelizmente é irreversível.

Nos adolescentes, os danos são ainda piores porque o sistema nervoso e o cérebro ainda não se desenvolveram por completo. Como dissemos antes, o melhor nesses casos é parar de beber antes que o problema apareça.

2. Você reduz as chances de ter câncer

Segundo estudos da OMS, o consumo abusivo de álcool está diretamente relacionado à propensão ao câncer de esôfago, mama, cólon e fígado.

3. Prevenção de danos futuros no fígado e nos rins

Doenças como cirrose alcoólica ou fibrose hepática podem ser uma consequência do seu consumo.

4. Você terá uma melhor saúde cardiovascular

Enquanto um copo de vinho todos os dias tem um efeito protetor no coração, o excesso de álcool tem o efeito contrário. Quando aumentamos esse valor alcoólico, o benefício é gradualmente reduzido e o risco aumenta. Encontramos assim hipertensão, ataques cardíacos, derrames, AVC’s, etc.

5. Você terá uma melhor saúde gástrica

Além dos efeitos colaterais causados ​​por um sábado cheio de bebidas (vômitos, refluxo), parar de beber também ajuda a prevenir outras doenças mais graves em longo prazo. As mais comuns são úlceras, fígado gorduroso, pancreatite, gastrite e se não for detectado a tempo, o dano pode ser irreversível.

6. Seus sentidos vão aguçar

Depois de parar de beber de vez, você observará um aumento no paladar e no olfato (você também irá respirar melhor). Além disso, sua pele ficará melhor e aumentará sua resistência.

7. Você se torna mais consciente de suas ações

O álcool desinibe o indivíduo que o consome, de modo que os consumidores tendem a se comportar de maneira violenta. Os principais afetados são pessoas próximas. Também aumenta a probabilidade de outros atos arriscados, como acidentes de trânsito, sexo arriscado e uso de outras drogas.

8. Prevenir o alcoolismo

O alcoolismo é certamente um dos vícios mais difíceis de se tratar devido à fácil acessibilidade à bebida. A dependência do corpo em relação ao álcool é tão grande que, se a pessoa abandona o álcool imediatamente, pode até morrer. Todavia, é por esse motivo que a admissão é sempre necessária.

Uma pessoa alcoólatra, além de gerar sérios danos à sua saúde, também é isolada de seus entes queridos, muitas vezes, fartos de suportar seus ataques de violência verbal e física, sua embriaguez e personalidade mudam. Os relacionamentos são interrompidos e a pessoa acaba ficando sozinha. Sua vida profissional terá o mesmo destino, pois chegará um momento em que a pessoa não poderá passar algumas horas sem consumir.

9. Você tem mais dinheiro para suas coisas

Pode parecer bobagem, mas se você parar de beber o seu bolso agradecerá.

10. Parar de beber melhora seu humor

Embora pareça que o álcool estimule e incentive a pessoa, na realidade esse efeito é apenas uma cortina de fumaça que dura apenas um pequeno período de tempo. De fato, o álcool é uma bebida depressiva. Isso explica porque, depois de algumas horas que bebemos, nosso humor piora.

11. Vai melhorar o odor do seu corpo

As pessoas que bebem geralmente emitem uma “fragrância alcoólica” que é difícil de eliminar através dos poros. É difícil dizer porque os consumidores se acostumam. Parar de beber faz com que esse forte odor não exista mais.

Consumo moderado de álcool

A Organização Mundial De Saúde (OMS) estabeleceu um critério para o consumo de álcool de baixo risco anos atrás (mas esse consumo não é benéfico, não deve ser confundido). Dessa forma uma UBE (unidade padrão de bebidas) corresponde a 10 gramas de álcool. Uma lata de cerveja ou um copo de vinho ou um champanhe. Qualquer tipo de cubata ou um copo de bebida destilada corresponde a 2 UBE.

Qual o consumo indicado?

Para os homens, o consumo de álcool de baixo risco é de 4 EBU por dia, ou seja, 28 por semana. Mas, para as mulheres, 2 UBE por dia e no máximo 11 por semana.

É importante levar em consideração o consumo diário de UBE durante o dia e não apenas durante a semana. Por exemplo, não podemos beber 11 cervejas no sábado e ficar sem consumir a semana toda para compensar.

Aliás, nenhum consumo é seguro para crianças menores de 18 anos e mulheres grávidas e lactantes, bem como pacientes que estão tomando medicamentos anti-inflamatórios, paracetamol ou com problemas no fígado.

Em contrapartida, um consumo leve de vinho diariamente produz benefícios e pode reduzir a incidência de alguns tipos de câncer, o risco de acidente cardiovascular, reduzir o colesterol ruim (enquanto aumenta o bom colesterol) e a mortalidade sem causa aparente.

De fato, os benefícios do consumo de álcool são reduzidos apenas ao vinho, não à cerveja e muito menos às bebidas destiladas, que são prejudiciais em qualquer quantidade.

Os efeitos na saúde do vinho não se devem apenas ao efeito do álcool no corpo (que mal vasodilata e reduz temporariamente o estresse), mas também às substâncias antioxidantes e polifenóis que ele traz.

Em conclusão, hoje em dia é difícil manter o equilíbrio em uma sociedade que relaciona diversão (reuniões, festas, trabalho) quando você decide parar de beber. Mesmo assim, não é uma batalha perdida se respeitarmos o limite de baixo risco de consumo de álcool.